29 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
26/02/24 às 10h49 - Atualizado em 26/02/24 às 10h49

Pontos de ônibus do Cruzeiro passam por limpeza para combate à dengue

COMPARTILHAR

A Administração do Cruzeiro, em conjunto com a Diretoria de Vigilância Ambiental, tem realizado a limpeza e a vistoria de paradas de ônibus da cidade. A ação faz parte do conjunto de medidas elaboradas pelo GDF de prevenção e contenção da dengue.

Os 18 pontos de ônibus que passarão pela limpeza são paradas de concreto que podem acumular folhas, galhos e outros materiais descartáveis, além de poças de água, o que representa um criadouro do mosquito Aedes aegypti em potencial. “Estamos empenhados em garantir a segurança e a saúde da nossa população”, afirma o administrador regional do Cruzeiro, Gustavo Aires. O gestor reforça que é muito importante que os moradores sigam as recomendações adequadas para evitar possíveis focos do mosquito.

Após a vistoria, os funcionários designados à limpeza recolhem o lixo (se houver) e removem a poeira e outras sujeiras acumuladas com água. Depois secam para diminuir o excesso de água. Todo o lixo recolhido é descartado pelo “cata-treco” da administração. Segundo estimativas, será recolhida aproximadamente meia tonelada de lixo sobre o topo dos pontos de ônibus.

A chefe de Vigilância Ambiental do Cruzeiro, Sandra Silva, conta que essa ação é primordial para combater os focos nas áreas públicas da cidade. “O objetivo é atuar em todos os pontos para que os casos de dengue diminuam no Cruzeiro e em todo o DF”.

É válido lembrar que o mosquito transmissor da dengue também é responsável por transmitir outras doenças, como chikungunya, zika e a febre amarela urbana.

Outras ações

Além dessa ação mais recente de limpeza das paradas de ônibus, a Administração do Cruzeiro vem promovendo outras ações de limpeza pela cidade, como recolhimento de lixo e entulho, limpeza de becos e parquinhos, tapa-buracos de locais com facilidade de acúmulo de água. A Diretoria de Vigilância Ambiental também promove vistorias com o objetivo de detectar pontos de proliferação do mosquito e orientar os moradores sobre como combater a dengue, e as idas do fumacê em locais com grandes focos do mosquito.

“Essas ações são diárias e frequentes, desde o ano passado. Agora, após esse surto de dengue, temos intensificado esses trabalhos”, destaca Gustavo Aires.

Mapa do site Dúvidas frequentes