25 de julho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
7/04/20 às 16h12 - Atualizado em 7/04/20 às 18h38

Caixa lança aplicativo para solicitação de auxílio emergencial

COMPARTILHAR

O benefício será para trabalhadores informais, desempregados, MEIs e contribuintes individuais do INSS, de acordo com os requisitos estabelecidos 

Foi liberado, nesta terça-feira (7), para milhares de trabalhadores informais não inscritos em programas sociais, o cadastramento no aplicativo da Caixa Econômica Federal para receber o “Auxílio Emergencial”.

O benefício, no valor de R$ 600,00, será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família. Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$1.200,00.

Quem estava no Cadastro Único até o dia 20/03, e que atenda as regras do Programa, receberá sem precisar se cadastrar no site da CAIXA. Para quem recebe a Bolsa Família, também poderá receber o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso. Neste período, o Bolsa Família ficará suspenso.

As pessoas que não estavam no Cadastro Único até 20/03, mas que têm direito ao auxílio poderão se cadastrar no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP CAIXA|Auxílio Emergencial. Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou APP.

Para ter acesso ao auxílio emergencial, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

  • Ser maior de 18 anos de idade
  • Não ter emprego formal, pois o auxílio é destinado para trabalhadores autônomos com rendas informais
  • Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
  • Renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00); 
  • Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70;
  • Exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI) ou ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
  • Ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

 

O pagamento do auxílio será feito em até 48 horas, após a conclusão do cadastro. O benefício será depositado em contas poupança digitais, autorizadas recentemente pelo Conselho Monetário Nacional, e poderá ser transferido para qualquer conta bancária sem custos. Quem não tem conta em bancos poderá retirar o benefício em casas lotéricas. 

​Para consultar o cadastro, o Ministério da Cidadania disponibilizou o aplicativo para celular Meu CadÚnico, que está disponível para baixar nas lojas Android, Apple e no site do Ministério da Cidadania.

Clique aqui para baixar o aplicativo para celulares Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio

Clique aqui para baixar o aplicativo para iOS (celulares Apple): https://apps.apple.com/br/app/caixa-aux%C3%ADlio-emergencial/id1506494331

Passo a passo para cadastrar:

1. Clique no link: https://auxilio.caixa.gov.br

2. Clique em “Realize sua Solicitação” no canto superior direito e preencha seus dados: nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe. 

3.  Leia e confirme se as opções que estão dentro das características exigidas pelo governo, são atendidas pela sua situação.

4.1- Caso já esteja cadastrado no CadUnico vai aparecer a mensagem: você está no cadastro único do governo federal. As condições de recebimento do auxílio emergencial serão avaliadas com os seus dados do Cadastro único.  Aí é aguardar liberar o app. 

4.2 – Caso não esteja cadastrado no CadUnico, vai abrir uma página para a inserção dos dados pessoais. Daí é só preencher tudo que for pedido e aguardar o processamento dos dados e análise.

 

Para mais informações, acesse: http://www.caixa.gov.br/auxilio

*Com informações da Caixa Econômica Federal e Agência Brasil

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros